Liga 3, um Paraíso de Talento



Para quem observa a Liga 3 com alguma atenção rapidamente se apercebe que talento não lhe falta... Hoje trazemos-vos 3 casos de jogadores com potencial e rendimento que fazem por merecer uma mudança de ares para patamares mais competitivos.


Gonçalo Gregório


Gonçalo Gregório é um avançado de 26 anos que atua na União Desportiva de Leiria, um dos apurados para o grupo de promoção da Liga 3. Gonçalo tem sido referência na frente de ataque da armada de Leira - forte fisicamente, finalizador, e com um sentido de baliza apurado.


Define-se Gonçalo Gregório pela sua mobilidade na frente do ataque, quer a jogar de costas para a baliza ou aparecer nos corredores laterais. Mostra grande presença na área e excelentes argumentos técnicos em zonas de finalização. Aproveita com primor o espaço nas costas das defesas adversárias pela sua verticalidade, velocidade e, sobretudo, inteligência nas suas movimentações. Tornou-se um dos mais exímios batedores de livres diretos na Liga 3.


Detentor de um excelente pé direito, já conta com 15 golos marcados nesta época nome a ter em conta nesta Liga 3.



Leandro Antunes


Leandro Antunes, 24 anos, mais um jogador do União Desportiva de Leiria, avançado com um perfil bastante procurado no mercado - atacante versátil, capaz de jogar como extremo ou como avançado centro, com argumentos na finalização e capacidade técnica para desequilibrar em espaço interior ou pelas alas laterais.


Teve passagem pela formação do Sporting Clube de Braga, destacou-se ao serviço do Marinhense, regressou à Liga 2 Portugal Sabseg para representar o Vilafranquense e, agora, volta a atingir um bom plano num clube onde já havia atuado. Leandro Antunes é um elemento "mais" na formação de Leiria, contabilizando 5 golos e sendo preponderante nos momentos ofensivos da sua equipa. Vertical, com uma técnica requintada e com um excelente pé direito, forte na diagonal para o centro do terreno, desequilibrador no duelo 1x1, veloz e perspicaz na conquista de espaço no último terço do terreno.


Alguns dos atributos que saltam mais à vista são o excelente sentido de finalização e a longa distância invejável. Tem nível para jogar numa equipa da Liga 2, necessitando apenas de um contexto adequado e de um modelo de jogo que privilegie as suas características. Para acompanhar de perto!


Angel Torres


Angel Torres, avançado colombiano de 21 anos, oriundo da Dragon Force em Bogotá, conta com passagem pelo FC Porto, chegou a jogar na Liga 2 Portugal Sabseg e pertence à geração que levou para casa o troféu da UEFA Youth League. Está desde 20/21 no FC Alverca, sendo opção regular no onze inicial no tempo que tem estado no clube.


O jovem colombiano é o típico extremo desequilibrador, ocupando em grande parte das partidas o corredor direito do ataque. Mostra uma capacidade física acima da média, pela aceleração, velocidade e potência física. É dono de um pé esquerdo, possui boa capacidade técnica e é virtuoso no drible. Ultrapassa adversários com facilidade seja em espaços reduzidos seja em espaços largos. Sente-se confortável quando surge espaço para realizar diagonais com bola da esquerda para o centro, utilizando o seu pé esquerdo para definir. Ainda é bastante mais potencial do que rendimento pela menor assertividade na definição que mostra em vários momentos. É muito jovem e a breve prazo poderá saltar para outras realidades.


Redigido por Tiago Costa

Não te esqueças de assinar o nosso newsletter

Obrigado por se inscrever.